Home » Notícias » Agricultura Familiar de Iperó é destaque com o cultivo de goiaba orgânica

Agricultura Familiar de Iperó é destaque com o cultivo de goiaba orgânica

Agricultura Familiar de Iperó é destaque com o cultivo de goiaba orgânica

Em parceria com a Prefeitura, através da Secretaria de Meio Rural, Ambiente e Turismo (Serat), a Agricultura Familiar do município vem desenvolvendo o plantio de várias frutas, grãos, hortaliças e leguminosas orgânicas, com destaque para uma fruta que exige muitos cuidados em seu cultivo: a goiaba.

Alan Martins Ribeiro, técnico agrícola, brinca que a goiaba orgânica é “uma promessa”. “Começamos o cultivo de goiaba na década de 1990. Desde então, tentamos, por diversas vezes, produzir a fruta em grande escala, mas por falta de recursos e informação técnica, não conseguimos uma quantidade comercialmente viável. Contudo, nesse ano a produção deu certo e já atingimos mais de 3 toneladas de goiabas. Um diferencial na região”, conta Alan.

O agricultor possui 200 goiabeiras só em sua propriedade, onde realiza o trabalho de ensacar cada goiaba e pulverizar a plantação a cada 4/5 dias. “Isso evita o famoso ‘bicho da goiaba’ e contribui para uma boa formação da fruta”, relata. A plantação também encontra dificuldades no clima, já que o frio, principalmente com geadas, impossibilita o cultivo.

“Apesar dos empecilhos, entendemos que é extremamente importante produzir alimentos orgânicos. Além de contribuir com a preservação da água, do ar e do solo, os orgânicos colaboram com o bem-estar das pessoas e dos animais, ajudando na melhora da saúde e da qualidade de vida de todos”, afirma Alan.

A Agricultura Familiar

Atualmente, Iperó conta com cerca de 350 produtores familiares, localizados no Assentamento Ipanema, como é o caso de Alan, no Assentamento Bela Vista ou em outras propriedades espalhadas pela cidade.

A Prefeitura promove a Agricultura Familiar por meio de iniciativas como a Feira do Produtor, que acontece todos os sábados na Rua Santo Antônio; disponibilização de cursos para os pequenos produtores, como tratorista e turismo rural; e o programa IperCampo, que auxilia os agricultores no preparo da lavoura. Além disso, existe a compra para o Programa de Merenda Escolar, onde os alimentos produzidos pela Agricultura Familiar são destinados à merenda dos alunos de todas as escolas municipais.

“Essa parceria com os produtores rurais é muito válida ao município. A produção de alimentos orgânicos é, sem dúvida, muito importante para o meio ambiente e para a sociedade em geral, sendo assim, é preciso incentivar essa prática. A Feira aos sábados e o Programa de Merenda Escolar, bem como as outras ações, são exemplos de como a cidade ganha com a Agricultura Familiar”, comenta o prefeito.