Home » Destaque » Assembleia Legislativa acolhe o Projeto de Lei que classifica Iperó como município de interesse turístico

Assembleia Legislativa acolhe o Projeto de Lei que classifica Iperó como município de interesse turístico

Assembleia Legislativa acolhe o Projeto de Lei que classifica Iperó como município de interesse turístico

O deputado estadual Carlos Cézar (PSB) apresentou no último dia 18 o Projeto de Lei 785/2017, que classifica Iperó como município de interesse turístico, de acordo com a Lei Complementar 1.261/2015. As justificativas se iniciam com a apresentação do município, sua localização, características, estrutura e abordagem da legislação municipal relacionada direta ou indiretamente ao turismo. Entre elas o Plano Diretor, o Código de Obras, o Código de Posturas, a Lei de Parcelamento e Ocupação do Solo, a Lei Orgânica e a legislação turística iperoense, como a criação do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) e a utilidade pública da Associação Cultural de Tradição Tropeira de Iperó e Região (ACTTIR).

O projeto aponta que o centro urbano de Iperó mantém características de uma cidade interiorana com praças, canteiros e comércios pequenos, e ressalta a existência, no território iperoense, da Floresta Nacional de Ipanema. A unidade de conservação administrada pelo ICMBio abriga o maior ecossistema de Mata Atlântica existente no Brasil atualmente, além de ter originado algumas cidades da região de Sorocaba. Possui um grande acervo histórico, ferroviário, cultural e potencial para o turismo rural.

Diversos acontecimentos históricos também serviram como embasamento, com eventos de relevância nacional, como o desenvolvimento da primeira siderúrgica americana em Ipanema no fim do século XVI, a construção da Real Fábrica de Ferro de São João de Ipanema no início do século XIX e o tropeirismo, cuja cultura teve grande influência em toda a região. Além disso, a construção da estrutura da Estrada de Ferro Sorocabana no fim da década de 1920, em terras hoje iperoenses, que levaram ao desenvolvimento do local, inicialmente bairro da Esplanada, posteriormente bairro Santo Antonio, distrito de Iperó e município de Iperó.

O projeto destaca aspectos culturais, como a devoção a Santo Antonio, cuja tradição remonta a mais de 200 anos, e a Festa do Padroeiro que acontece anualmente desde 1943 e traz diversas atrações religiosas e recreativas em sua programação. A Festa de Santa Rita, cuja devoção remonta à década de 1920, também é abordada no projeto, que relaciona outras festividades locais como o Natal Encantado, a Semana da Cultura, a Semana da Consciência Negra, a Festa de São João Batista (realizada há mais de 200 anos em Ipanema) e a IperóFest (em comemoração ao aniversário da cidade). Outro aspecto importante para fomentar o turismo em Iperó é o balonismo, que desde 2016 desenvolve as suas atividades na área da antiga Oficina de Soldagem de Trilhos.

De acordo com a Lei Complementar 1.261/2015, em seu artigo 4º, que estabelece as condições indispensáveis e cumulativas para a classificação de um município como de interesse turístico, o deputado Carlos Cézar afirma que Iperó possui legítima vocação turística, oferecendo à população grandes atrativos nessa área. “Por todos os motivos relacionados anteriormente, pedimos o voto favorável das senhoras e dos senhores membros desta Casa de Leis à aprovação desta propositura”, finaliza o parlamentar.

“Estamos bastante felizes com mais esse passo em direção ao reconhecimento de Iperó como um município de interesse turístico. Após a aprovação da Assembleia Legislativa, receberemos uma verba anual de R$ 600 mil para aplicarmos no turismo. Existe aqui um grande potencial, temos desenvolvido atividades com esse foco e a oficialização da classificação será mais um impulso à nossa vocação turística. Tudo isso contribuirá bastante para o desenvolvimento da cidade, o fortalecimento do comércio e a geração de emprego e renda”, destacou o prefeito.

Com a aprovação do projeto, Iperó estará entre os 140 municípios paulistas de interesse turístico, habilitados a receber recursos do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos. Atualmente Iperó já integra o Mapa do Turismo Brasileiro, compondo a região turística “História & Aventuras”, que é formada também por Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Capela do Alto, Mairinque e Votorantim.