Home » Notícias » “Caminhando contra as drogas” realiza exposição

“Caminhando contra as drogas” realiza exposição

“Caminhando contra as drogas” realiza exposição

Dezenas de pessoas passaram pela sede do projeto “Caminhando contra as drogas” (CCAD) no último dia 28, para prestigiar a exposição organizada pelos alunos e professores. O evento também marcou o encerramento das atividades do CCAD em 2016, que se dedica à prevenção do uso de drogas, além da recuperação e reinserção social de dependentes químicos.

Patrícia Virgínia da Silva, coordenadora do projeto, explica que os alunos já estavam produzindo diversos trabalhos durante as aulas e por isso surgiu a iniciativa de montar a exposição. “Guardamos tudo e organizamos a exposição. Eles fizeram inúmeros objetos e utensílios com TNT e EVA, além de esculturas em argila. Estamos aqui na nova sede há seis meses, com atividades diárias, e o resultado tem sido muito gratificante”, disse.

A equipe do CCAD é composta atualmente por 11 pessoas e atende cerca de 60 alunos entre 11 e 18 anos. O projeto tem o apoio da Prefeitura de Iperó e atua em parceria com o grupo de capoeira “Shalon” e o grupo de dança “DNA”. A sede do projeto fica na Praça Pedro Albieri, no prédio do antigo “Pernoite”.

Parceria com a Escola de Artes Sacras – desde que mudou para a sede atual, o CCAD passou a trabalhar em conjunto com a Escola de Artes Sacras, que se transformou num reforço importante à atuação do projeto. Os professores Murilo Sá Toledo e Osvaldo Pedro, juntamente com o monitor Michael Silva, têm se dedicado a ensinar para os alunos do CCAD as técnicas da escultura em argila.

“Essa parceria é muito importante e também tem permitido alavancar as atividades da Escola de Artes Sacras, porque há afinidade entre os dois projetos. Além disso, tudo o que desenvolvemos com os alunos contribui para que eles não fiquem ociosos. Estamos iniciando um novo trabalho agora, que é a confecção do presépio a ser apresentado no fim de 2017. Será o maior presépio da região. Vamos esculpir as peças em tamanho natural, sendo 60 aproximadamente, em conjunto com o CCAD”, comentou o professor Osvaldo Pedro.

“São importantes todas essas ações que ajudam a prevenir e orientar sobre os malefícios causados pelas drogas. A atuação do CCAD incentiva as crianças e adolescentes na luta contra as drogas e, ao mesmo tempo, ocupa o tempo deles de forma construtiva. A parceria com a Escola de Artes Sacras reforça tudo isso e traz visibilidade para esses dois projetos importantes desenvolvidos no município”, destacou o prefeito.

CCAD tem trabalhado em parceria com a Escola de Artes Sacras

CCAD tem trabalhado em parceria com a Escola de Artes Sacras

Em 2017, o CCAD e a Escola de Artes Sacras vão desenvolver o projeto do presépio em tamanho natural

Em 2017, o CCAD e a Escola de Artes Sacras vão desenvolver o projeto do presépio em tamanho natural