Home » Notícias » “Caminhando contra as drogas” visita a Bienal e ateliê de esculturas

“Caminhando contra as drogas” visita a Bienal e ateliê de esculturas

“Caminhando contra as drogas” visita a Bienal e ateliê de esculturas

No último dia 10, cerca de 30 alunos do projeto “Caminhando contra as drogas” (CCaD) foram a São Paulo para visitar a 25ª Bienal Internacional do Livro. O evento realizado no Pavilhão do Anhembi, entre os dias 3 e 12 de agosto, proporcionou o encontro das principais editoras, livrarias e distribuidoras do Brasil. Mais de 660 mil passaram pelo local durante os 10 dias.

No retorno, os alunos passaram por Santana de Parnaíba, na Região Metropolitana de São Paulo, onde conheceram o ateliê do escultor Murilo Sá Toledo. Murilo é o professor responsável pela Escola de Artes Sacras de Iperó, que atua em parceria com o projeto “Caminhando contra as drogas” nas aulas de escultura em argila.

“Foi uma viagem ao mundo do conhecimento. As visitas à Bienal e ao ateliê do Murilo proporcionaram bastante aprendizado. Os alunos ficaram muito felizes com essas oportunidades, que foram possíveis com o apoio da Prefeitura de Iperó”, disse Patrícia Virgínia da Silva, coordenadora do CCaD.

PREVENÇÃO – Com foco nas ações de conscientização, visando o combate e a prevenção ao uso de drogas, na última sexta (17) o CCaD realizou uma apresentação na Escola Municipal “Professora Zilma Thibes Mello”, em George Oetterer. Cerca de 300 alunos dos períodos da manhã e tarde participaram das atividades que envolveram danças, músicas, dinâmicas e palestra de prevenção.

Scroll Up