Home » Notícias » Campeonato de karatê reúne mais de 160 atletas

Campeonato de karatê reúne mais de 160 atletas

Campeonato de karatê reúne mais de 160 atletas

O público vibrou bastante no Ginásio de Esportes “Benedito Romualdo de Godois”, no último domingo (17), que ficou lotado para o “III Campeonato de Karatê Senshikai”. Realizado em parceria entre o projeto “Criança que luta, vence” e a Prefeitura de Iperó, o torneio reuniu 165 atletas das cidades de Iperó, Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Piedade, Sarapuí e São Paulo.

As competições abrangeram 25 categorias divididas entre masculinas e femininas e a faixa etária dos competidores variou entre três anos até os maiores de 18 anos faixas pretas. Os três primeiros colocados de cada categoria foram premiados e todos os atletas participantes receberam medalhas.

Cerca de 40 pessoas integraram a equipe organizadora, sendo 32 árbitros, a maioria de Sorocaba e Iperó. Alunos do projeto “Criança que luta, vence”, que já são faixas pretas, também integraram a arbitragem em nível de estágio, como forma de preparo aos próximos campeonatos.

O sensei Alex Calixto, idealizador do projeto e organizador do campeonato, falou sobre a importância do evento. “A gente não faz nada sozinho. Tivemos a parceria da Prefeitura mais uma vez e o apoio da iniciativa privada. Agradeço a todos que nos ajudaram para a realização do campeonato. Queremos que os nossos atletas tenham a possibilidade de se apresentar em eventos grandes na própria cidade, como aconteceu hoje. E daqui a dois ou três anos temos a expectativa de trazer atletas internacionais”, explicou.

Para o prefeito, que também esteve presente no evento, o campeonato foi uma grande festa do esporte. “O projeto possui grande prestígio junto às associações e academias, o que proporciona a credibilidade para a realização de eventos como esse. Parabenizo a todos que se dedicaram para que o campeonato pudesse acontecer e também os atletas que participaram da competição”, comentou.

“CRIANÇA QUE LUTA, VENCE” – Atualmente, o projeto atende mais de 180 crianças e adolescentes, com polos na área central, Bacaetava e George Oetterer.