Home » Notícias » Ceriso inicia entrega da primeira fase do projeto de conteinerização

Ceriso inicia entrega da primeira fase do projeto de conteinerização

Ceriso inicia entrega da primeira fase do projeto de conteinerização

Ceriso inicia entrega da primeira fase do projeto de conteinerização

A primeira fase do projeto de conteinerização do Ceriso (Consórcio de Estudos, Recuperação e Desenvolvimento da Bacia do Rio Sorocaba e Médio Tietê), que foi apresentado e aprovado no ano passado, iniciou nos últimos dias com a distribuição de contêineres à cinco municípios iniciais. Os municípios participantes dessa primeira fase serão Tatuí, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora, Boituva e Capela do Alto.

Nesta fase inicial, será investido o valor de R$ R$ 2.475.324,50, que serão revertidos em 1.316 contêineres para as cinco cidades participantes, sendo metade com a cor verde, específico para o descarte de resíduos recicláveis e metade com a cor azul, específico para o descarte de resíduos orgânicos.

O projeto garante aos municípios o armazenamento e a segregação os resíduos sólidos urbanos gerados pela população, adequando a coleta e minimizando a poluição difusa nos recursos hídricos presentes nos territórios dos municípios, dos quais pertencem à Bacia Hidrográfica dos Rios Sorocaba e Médio Tietê. “A conteinerização tende a garantir grandes resultados aos municípios participantes. O avanço do projeto foi uma conquista extremamente importante para toda a equipe do Ceriso” conta o presidente do Ceriso, Vanderlei Polizeli.

MAIS AVANÇOS E PROJETOS

O Presidente do Ceriso, Vanderlei Polizeli, assina em março a liberação de R$ 6.413.772,65 para a continuação do projeto de conteinerização. A segunda fase deve contemplar 12 municípios, sendo eles Bofete, Cesário Lange, Cerquilho, Conchas, Ibiúna, Iperó, Laranjal Paulista, Pereiras, Piedade, Porangaba, Tietê e Votorantim.

Além disso, outros quatro projetos estão em andamento. Entre eles, a elaboração dos Planos Diretores Municipais de Macrodrenagem Urbana, que conta com o valor total de investimento em R$ 1.695.400; o Plano Regional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, custeado em R$ 1.300, que está em fase de licitação, além do projeto de revisão dos Planos de Saneamento Básico de 27 municípios da UGRHI 10. O projeto terá o investimento de R$ 2.567.394,88 e também se encontra em fase de licitação.

O presidente do Ceriso também assina nos próximos dias o contrato para o Plano Diretor de Restauração e Conservação Ambiental da Bacia do Rio Pirajibu, que terá o investimento total de R$ 601.344. “O Ceriso conta com muito planejamento e trabalho para esse ano de 2020. Muitos projetos em andamento, além dos já em fase de licitação. Conquistamos grandes recursos e agora o foco é trabalhar em diversas benfeitorias ambientais que farão diferença a longo prazo” frisa Vanderlei Polizeli, presidente do Ceriso.