Home » Destaque » Coleta seletiva começa a ganhar forma em Iperó

Coleta seletiva começa a ganhar forma em Iperó

Coleta seletiva começa a ganhar forma em Iperó

Uma parceria entre as empresas Danone e Veolia/Proactiva, com o apoio da Prefeitura de Iperó, vai implantar o programa “Novo Ciclo” no município, voltado à coleta seletiva. O anúncio foi feito durante uma reunião na última quarta (9), no paço municipal, que contou com a presença do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais, dos representantes da Veolia/Proactiva, Denis Afonso e Vinícius Coimbra, das representantes da Danone, Ligia Camargo e Veridyana Borges, e dos representantes do Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (Insea), Mateus Fernandes, Maria Angela Gonzaga e Guilherme Fonseca.

O “Novo Ciclo” foi criado em 2012 e tem o objetivo de profissionalizar cooperativas de catadores, oferecendo um novo olhar aos catadores e buscando agregar valor ao material. Atualmente é desenvolvido em 59 cidades e integra mais de 1400 catadores em três redes de cooperativas, movimentando 35 mil toneladas/ano de resíduos. A previsão é chegar a 2019 com 71 mil toneladas/ano e 1700 catadores.

Em Iperó já foi aprovado o recurso para o galpão, que será construído em George Oetterer, e também já foram identificados 20 potenciais catadores. Foi firmado ainda um convênio com a Prefeitura para dar andamento ao programa no município.

A escolha de George Oetterer se baseou na quantidade de material produzido diariamente e no número de catadores já existentes no bairro, além da proximidade com o aterro sanitário da Central de Gerenciamento Ambiental (CGA) e com a cidade de Sorocaba, que é a sede da Região Metropolitana (RMS). O investimento para a construção do galpão e a aquisição de equipamentos é de cerca de R$ 650 mil.

Durante o encontro foi apresentada a metodologia de trabalho, o modelo e o processo da coleta seletiva. Entre os próximos passos estão a criação de um comitê municipal para tratar sobre as questões da coleta seletiva e o desenvolvimento do programa “Novo Ciclo”, além da construção do galpão, da formalização da cooperativa de catadores e da formatação do plano de coleta seletiva. A previsão é que em março de 2018 o galpão esteja pronto e seja iniciada a coleta seletiva no município.

“É um projeto pioneiro na RMS nesses moldes, Iperó será exemplo e só tem a ganhar. Estamos engajados em implementar a coleta seletiva e as tratativas estão em andamento há mais de um ano. A expectativa é grande e a parceria com a Veolia/Proactiva e a Danone traz muita credibilidade também. Entre os benefícios estão a melhora na qualidade de vida da população, geração de renda para os catadores e a contribuição para o meio ambiente. Com certeza, o projeto vai fazer com que a população também participe e se conscientize quanto à importância da coleta seletiva”, explicou o prefeito.