Home » Notícias » Coletânea com textos de alunos iperoenses é lançada na Bahia

Coletânea com textos de alunos iperoenses é lançada na Bahia

Coletânea com textos de alunos iperoenses é lançada na Bahia

Dois alunos da Escola Municipal “Dona Elisa Moreira dos Santos” tiveram os seus textos publicados na coletânea “As melhores histórias dos projetos de leitura”, que integra o projeto “Ler é bom, experimente!”, do escritor Laé de Souza. O lançamento do livro aconteceu no último dia 25, em Jequié, na Bahia.

Em 2018 o projeto teve como base os livros “Nick e Bia na floresta encantada” e “Acontece…”. Após as leituras, os estudantes responderam questionários e escreveram textos baseados nessas obras literárias.

Os textos produzidos pelos alunos Fernando de Oliveira Ribeiro, do 5ºA, e Melissa Leite Ribeiro Martins, do 8ºA, foram selecionados para compor a edição de 2018. Fernando escreveu o texto “Nick e Bia na Copa” e Melissa escreveu o texto “Novo começo”. 

Com o apoio da Prefeitura de Iperó, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, estiveram presentes no evento em Jequié a aluna Melissa Leite Ribeiro Martins, a professora Jandira Aparecida de Moraes e a diretora da escola, Josana de Fátima Moraes. Junto com o escritor Laé de Souza e outros estudantes, a aluna Melissa participou da tarde de autógrafos que marcou o lançamento do livro.

O projeto é desenvolvido na Escola Elisa desde 2016, onde os alunos são orientados pela professora Jandira, que atua em conjunto com as professoras de Língua Portuguesa e do Ensino Fundamental I. Em 2016 e 2017 a aluna Miriã Oliveira Vieira, também da Escola Elisa, teve os textos publicados na coletânea.

“Fomos muito bem recebidas em Jequié pela secretária de Educação da cidade, Maria das Graças Bispo. Orgulho e reconhecimento por esse trabalho resumem os nossos sentimentos. E em dose dupla neste ano, com as produções do Fernando e da Melissa, que tiveram destaque entre os alunos de todo o país. Iperó foi a única cidade da região com alunos selecionados. O nosso objetivo é que mais estudantes se envolvam na produção dos textos, para que possamos ter mais textos selecionados nos próximos anos”, disse a professora Jandira Aparecida de Moraes.

“Desde que iniciamos o projeto na escola, sempre tivemos o apoio da Prefeitura de Iperó e da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. E dessa vez não foi diferente, o que tornou possível a nossa participação no evento na Bahia. Isso demonstra a valorização profissional, o reconhecimento ao trabalho que realizamos e foi muito importante para a escola e os alunos. Esse projeto tem dado muito certo desde 2016 na nossa escola, pois tudo começa com leitura e interpretação de textos”, comentou a diretora Josana de Fátima Moraes.

“Sabemos o quanto é importante o empenho de toda a comunidade escolar para essas conquistas. Parabéns aos alunos e à equipe da escola pelos resultados alcançados nesses três anos. Iniciativas como essa, de incentivo à leitura e à escrita, são fundamentais para a formação do ser humano”, destacou o prefeito.