Home » Notícias » Conferência municipal é realizada no Polo Cultural

Conferência municipal é realizada no Polo Cultural

Conferência municipal é realizada no Polo Cultural

Aconteceu no Polo Cultural, na última quinta-feira dia 22, a IIIª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, onde participaram jovens e adolescentes da escola municipal “Henory de Campos Góes”, representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a Casa de Acolhimento, a GCM e o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI). O evento foi aberto ao público.

Trata-se de um espaço onde foram apresentadas as propostas, votadas novas políticas e apontados possíveis ajustes nas políticas vigentes. Os objetivos estratégicos discutidos foram:
I – apontar os desafios a serem enfrentados e definir ações para garantir o pleno acesso das crianças e adolescentes às políticas sociais, considerando as diversidades;
II – formular propostas para o enfrentamento das diversas formas de violência contra crianças e adolescentes;
III – propor ações para a democratização, gestão, fortalecimento e participação de crianças e adolescentes nos espaços de deliberação e controle social das políticas públicas;
IV – propor ações para a garantia e a qualificação da participação e do protagonismo de crianças e adolescentes nos diversos espaços: escola, família, comunidade, políticas públicas, sistema de justiça, dentre outros;
V – elaborar ações para garantir a promoção da igualdade e valorização da diversidade na proteção integral de crianças e adolescentes;
e VI – elaborar propostas para a ampliação do orçamento e aperfeiçoamento da gestão dos fundos para a criança e o adolescente.

Neste dia foram definidas diversas propostas que serão implementadas como políticas públicas nos próximos anos e também foram eleitos delegados da conferência, esses que participarão das conferências estaduais e nacional.

“Percebemos que houve o envolvimento de todos, numa grande demonstração de cidadania, com a finalidade de construir um presente e um futuro melhor para os nossos jovens”, disse a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Luzia Mafra. ■