Home » Notícias » “Dia D” contra a Influenza acontece no próximo sábado

“Dia D” contra a Influenza acontece no próximo sábado

“Dia D” contra a Influenza acontece no próximo sábado

No próximo sábado (12) acontecerá o “Dia D” da vacinação contra a Influenza, cuja campanha é realizada pela Prefeitura de Iperó, por meio da Secretaria da Saúde. Além das quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs), haverá postos volantes de vacinação na Praça da Marinha, no Narita Park (Açougue do Bál), no Vileta (Supermercado Correia) e no Alvorada (Igreja Assembleia de Deus). A mobilização no “Dia D” acontecerá das 8h às 16h em todos esses locais.

A campanha contra a Influenza segue até 1 de junho. De acordo com o Ministério da Saúde, essa época do ano é o período considerado ideal para a vacinação, por ser anterior ao pico de transmissão do vírus da doença no Brasil, que ocorre normalmente em julho. Em Iperó, a expectativa é vacinar 5.227 pessoas na campanha deste ano. Até o último dia 3, de acordo com as informações divulgadas pela Vigilância Epidemiológica, 860 pessoas foram vacinadas, o que representa 16,45% do público esperado.

O vírus da Influenza é de circulação sazonal e a vacina disponibilizada para a campanha de 2018 é trivalente, protegendo contra o H3N2, o H1N1 e o B. A vacinação é destinada às pessoas com 60 anos ou mais; crianças a partir de seis meses e até menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da área da Saúde; professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; população carcerária e funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativas.

Avaliação Bucal – Ainda no dia 12 de maio, aproveitando o “Dia D”, a Secretaria da Saúde disponibilizará atendimentos de avaliação bucal que serão realizados pelos dentistas da rede municipal nas UBSs do Centro, Jardim Vitorino e George Oetterer. Essa avaliação já é realizada rotineiramente nas unidades e tem como finalidade detectar precocemente o câncer bucal, que é mais comum nas pessoas acima de 60 anos.