Home » Destaque » Encontro Nacional de Futuros Cientistas premia iperoenses

Encontro Nacional de Futuros Cientistas premia iperoenses

Encontro Nacional de Futuros Cientistas premia iperoenses

No último dia 10, nas dependências do Colégio Objetivo Sorocaba, foi o realizado o Encontro Nacional de Futuros Cientistas. O evento transdisciplinar, que teve o foco principal de agregar valores e disseminar conhecimento, divulgou os trabalhos desenvolvidos nas escolas credenciadas ao Programa Futuro Cientista (PFC), criado em 2010 pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Mais de 200 alunos estiveram presentes no encontro, representando as cidades de Iperó, Anhembi, Capão Bonito, Cesário Lange, Itapetininga, Pilar do Sul, São Roque e Sorocaba. Durante toda a tarde, os estudantes participaram de uma programação divertida e lúdica voltada aos alunos-cientistas, incluindo diversas gincanas.

Ainda durante o evento foram premiados os projetos que obtiveram as melhores pontuações, juntamente com a premiação das atividades desenvolvidas ao longo do ano, como a “Maratona do Conhecimento”, o “Concurso de Curtas” e os depoimentos do “Fale sobre o PFC”.

Entre as premiações, duas foram entregues a alunas iperoenses. O Clube de Ciências “Metamorfose”, formado pelas alunas Ana Beluchi, Evelyn Faria, Giovanna Lidiane, Natália Paulino e Nicolli Tavares, da Escola Municipal “Professora Zilma Thibes de Mello”, alcançou a nota 9,97 com o projeto “Observatório Astronômico” e ganhou uma viagem para Cananéia patrocinada pela empresa Saber Usar. A aluna Giovanna Lidiane também recebeu uma premiação individual pelo seu depoimento no “Fale sobre o PFC” e vai passar um “Dia de Cientista” no Laboratório de Nanoneurobiofísica da UFSCar Sorocaba, acompanhando o cientista e presidente do PFC, Prof. Fábio Leite.

“A parceria com a UFSCar para desenvolver o PFC em Iperó tem gerado excelentes resultados. Prova disso é a quantidade de alunos que têm se destacado no âmbito do programa. Isso contribui muito para a formação dos nossos estudantes e desperta o interesse para a ciência”, comentou o prefeito.