Home » Notícias » Iperó conclui 1° Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa

Iperó conclui 1° Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa

Iperó conclui 1° Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa

As cidades brasileiras possuem um papel cada vez mais importante no contexto nacional e internacional na luta contra as mudanças climáticas. Para contribuir com os esforços globais, em 2013, a Prefeitura de Iperó realizou o 1º Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) do município, por meio de uma parceria firmada com a Proactiva Meio Ambiente.

Nesta quinta-feira (29), foram apresentados no Paço Municipal os primeiros resultados coletados pela equipe de trabalho. O inventário, que teve como referência o ano de 2011, mapeou e quantificou todas as principais fontes de GEE no âmbito da cidade. Para atingir tal objetivo, foi necessário coletar dados específicos para as fontes de emissões de GEE, sendo estas divididas em quatro setores: a energia, o consumo de combustíveis, pecuária e resíduos domésticos.

“Visando uma oportunidade única para a cidade demonstrar seu comprometimento firme nas questões ligadas à proteção do meio ambiente, realizamos o 1° Inventário de Emissão de Gases de Efeito Estufa. Apesar de ser uma cidade de pequeno porte, Iperó é pioneira na realização desse tipo de levantamento, já que apenas grandes cidades e capitais realizam tais estudos. Esse é um projeto que trará visibilidade positiva ao município em nível nacional” destaca o Prefeito Municipal.

Terminada esta primeira etapa, e para consolidar o Inventário de Gases de Efeito Estufa de maneira a torná-lo um instrumento de gestão ambiental, econômico e social para o Município, será lançada ainda em 2013 a segunda etapa do projeto. Ela constará da elaboração do Plano Diretor de Mudanças Climáticas que consiste na definição e adoção de ações para diminuição e/ou compensação das emissões quantificadas no inventário.

O que é Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa?

É uma análise feita por técnicos ambientais, com o objetivo de mapear todos os gases provenientes das atividades dos setores de energia, agricultura, silvicultura, outros usos da terra e resíduos domésticos.

São estudados, além das emissões diretas e indiretas de gases, consumo de energia elétrica e consumo de material. Cada emissão tem um impacto diferente no meio ambiente. Os dados da pesquisa são adaptados de acordo com os parâmetros nacionais e internacionais, respectivamente, utilizados para controlar emissão de gases do efeito estufa.