Home » Destaque » Mais 10 mil mudas de árvores nativas são distribuídas a assentamentos de Iperó

Mais 10 mil mudas de árvores nativas são distribuídas a assentamentos de Iperó

Mais 10 mil mudas de árvores nativas são distribuídas a assentamentos de Iperó

Projeto em parceria com a ONG Iniciativa Verde visa proteger os recursos hídricos na região de Sorocaba

Numa parceria desenvolvida com a ONG Iniciativa Verde, a prefeitura aderiu ao projeto Plantando Águas, que permitirá o plantio de cerca de 10 mil mudas de árvores nativas em quase 11,6 hectares de Sistemas Agroflorestais (SAFs), no município de Iperó. O projeto conta com o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, e irá beneficiar 14 famílias do assentamento Ipanema e 8 famílias do assentamento Bela Vista.

Nestes assentamentos serão plantados: cedro rosa, copaíba, pitanga, figueira do mato, jatobá, ingás e aroeiras. Estas são algumas das espécies nativas da Mata Atlântica que vieram do viveiro SOS Mata Atlântica e serão entregues aos agricultores que receberão acompanhamento no plantio das mudas e equipamentos para instalação de fossas biodigestoras para tratamento do esgoto, substituindo as fossas negras, comuns no meio rural.

O principal objetivo do projeto é a proteção dos recursos hídricos na zona rural. Além de Iperó, assentamentos na cidades de Piedade, Porto Feliz e Itapetininga também serão contemplados. Ao todo 25 mil mudas de árvores devem ser plantadas em quase 35 hectares.

A técnica do projeto Naishi Brandão contou-nos sobre o contato com os assentados e à recepção das espécies nativas e preparo do solo, “As espécies nativas foram recebidas com bons olhos. Boa parte dos assentados já calcarearam a área e vão entrar agora com as mudas”, relata.

O secretário de Meio Rural, Ambiente e Turismo de Iperó fala mais sobre a colaboração, “Estamos engajados em auxiliar a iniciativa. Como o programa foi bem aceito pelos agricultores estamos procurando as formas mais adequadas de logística. Nossa expectativa é que o programa melhore ainda mais as condições de produção de alimentos, da proteção de recursos hídricos e também leve ao desenvolvimento turístico”.

Mais informações sobre o programa pelo telefone 3266-3694.

Scroll Up