Home » Notícias » Penitenciária de Iperó promove a “Jornada de Cidadania e Empregabilidade”

Penitenciária de Iperó promove a “Jornada de Cidadania e Empregabilidade”

Penitenciária de Iperó promove a “Jornada de Cidadania e Empregabilidade”

Entre os dias 10 e 14 de setembro, a Penitenciária “Odon Ramos de Maranhão”, de Iperó, realizou a “3ª Jornada de Cidadania e Empregabilidade”. A iniciativa faz parte do calendário da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) e tem o objetivo de proporcionar um conjunto de serviços essenciais para auxiliar os presos dos regimes fechado e semiaberto no retorno à sociedade.

Durante os cinco dias da Jornada, a unidade recebeu um mutirão de ações para auxiliar no processo de ressocialização, como a emissão de Registros Gerais e Certidões de Nascimento, plantão de atendimento jurídico, palestras motivacionais e de saúde, dinâmicas sobre relacionamento familiar, atendimento psicológico e social, plantão de atendimento de saúde, aferimento de pressão arterial, testes de glicemia, exame biométrico, avaliação bucal, testes rápidos de HIV, atendimento e orientação médica e distribuição de preservativos.

O evento teve a participação do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), da Secretaria de Emprego e Relações de Trabalho (SERT), da Defensoria Pública do Estado de São Paulo e da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania (SJDC).

Ao todo foram realizados 1.441 atendimentos, levando os serviços a mais de 700 presos. “Desses atendimentos, foram 157 emissões de RG’s, Certidões de Nascimento e CPF’s, 117 atendimentos no plantão jurídico, 565 participações em palestras e oficinas temáticas e 602 atendimentos no plantão de atendimento de saúde. Em alguns casos os presos participaram de mais um tipo de atendimento”, explicou o diretor técnico do Centro de Trabalho e Educação da Penitenciária de Iperó, Claudeir Martinez.

A “Jornada de Cidadania e Empregabilidade” é uma parceria entre a SAP, a Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania (CRSC), as Coordenadorias Regionais de Unidades Prisionais do Estado de São Paulo, o Grupo Regional de Ações de Trabalho e Educação (GRATE) e a direção das unidades prisionais do Estado de São Paulo.