Home » Destaque » Prefeito de Iperó reivindica a conclusão das casas do Capoavinha

Prefeito de Iperó reivindica a conclusão das casas do Capoavinha

Prefeito de Iperó reivindica a conclusão das casas do Capoavinha

Nesta terça (28), durante uma reunião no Ministério das Cidades, em Brasília, com a presença de Maria do Socorro Gadelha Campos de Lira, da Secretaria Nacional da Habitação, o prefeito de Iperó deu andamento às reivindicações visando a conclusão das 38 unidades habitacionais no bairro Capoavinha, que integram o programa federal Minha Casa Minha Vida.

Atualmente existem oito mil unidades paralisadas pela Cobansa em todo o Brasil, empresa que também é responsável pelas obras de Iperó. A obrigação da Prefeitura nesse empreendimento era a aquisição do terreno para o Governo Federal construir as casas.

As obras em Iperó foram paralisadas em novembro de 2016 e o retorno dependia da emissão de uma nova portaria do Ministério das Cidades autorizando a prorrogação do prazo e orientando sobre as formas de pagamento e repasses à construtora. A nova portaria foi emitida em julho do ano passado, mas a Cobansa reivindicou alterações no documento e ingressou com mandado de segurança na Justiça.

Desde a paralisação das obras, a Prefeitura de Iperó tem acompanhado de perto o caso junto ao Ministério das Cidades, buscando uma solução definitiva. Durante o encontro desta terça (28), em Brasília, os técnicos da Secretaria Nacional da Habitação explicaram ao prefeito que o Ministério das Cidades e o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão estão ajustando uma proposta orçamentária que possibilite concluir todas essas obras paradas no país.

“A saída, de acordo com eles, será por meio de uma medida provisória que autorize os repasses dos valores para finalizar as obras. Esses repasses serão feitos para os Estados, para a Caixa Econômica Federal ou diretamente para os municípios. Não foi estipulada uma data para isso acontecer, pois estão trabalhando com essas possibilidades e conversando entre os dois ministérios em busca de uma solução para encerrar essas pendências. Seguimos acompanhando todo o desenrolar dessa questão relacionada às casas do Capoavinha e faremos tudo o que estiver ao alcance do município para que essas obras sejam concluídas”, explicou o prefeito.