Home » Destaque » Prefeito recebe prêmio do SEBRAE

Prefeito recebe prêmio do SEBRAE

Prefeito recebe prêmio do SEBRAE

Na última sexta (29), o SEBRAE/SP realizou a cerimônia de premiação da etapa paulista do “Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2015/2016”. Iperó ficou em segundo lugar na categoria “Pequenos Negócios no Campo”, atrás apenas de Taubaté. Foram inscritos 423 projetos de 301 prefeituras do Estado de São Paulo, sendo habilitados 346 projetos de 257 prefeituras. O prêmio tem o objetivo de reconhecer os administradores que promovem o desenvolvimento econômico e social dos municípios através do incentivo aos pequenos negócios locais.

Iperó apresentou o projeto mostrando a realização das “Políticas Públicas de Agricultura como Ferramenta de Inserção Econômica e Social” no município desde 2013. A agroecologia e o plantio de produtos orgânicos tiveram destaque no documento elaborado para concorrer ao prêmio, ressaltando a inclusão econômica dos agricultores familiares locais, a inclusão na agenda econômica e social do município, além do incentivo ao turismo rural, histórico, agroecológico, religioso e educacional.

Paulo Skaf, presidente do Sebrae/SP, disse que neste momento de crise enfrentada pelo país, é revigorante anunciar os vencedores do prêmio. “Ao trabalhar em prol do crescimento dos pequenos negócios e do empreendedorismo, esses gestores públicos mostram como contribuir para o ciclo virtuoso do crescimento, porque investir na pequena empresa é investir na geração de renda, empregos e inovação da cidade”, explicou.

Para o prefeito, é muito importante incentivar o crescimento dos pequenos negócios que ajudam a transformar a realidade do município. “Ficamos muito felizes, porque é uma premiação inédita e histórica para Iperó. Esse reconhecimento vem coroar as nossas ações e mostra que estamos no caminho certo”, ressaltou.

Na região, além de Iperó, apenas Sorocaba, Tietê e Votorantim foram premiadas. O “Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor” é realizado a cada dois anos e contempla os prefeitos de todo o Brasil, juntamente com os administradores regionais do Distrito Federal e Fernando de Noronha.