Home » Destaque » Prefeitura entrega escrituras das casas da ferrovia

Prefeitura entrega escrituras das casas da ferrovia

Prefeitura entrega escrituras das casas da ferrovia

A emoção marcou a entrega das 53 escrituras aos moradores do núcleo “Casas da ferrovia”, durante cerimônia na manhã do último sábado (30). Cerca de 200 pessoas participaram do evento realizado na sede do Centro de Convivência da Terceira Idade (CECONTI). Estiveram presentes o prefeito, o vice-prefeito, o deputado federal Samuel Moreira, o presidente da Câmara, vereadores, secretários municipais, o prefeito de Araçoiaba da Serra, Dirlei Salas Ortega, o prefeito de Capela do Alto, Péricles Gonçalves, o ex-prefeito de Tatuí, Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, a analista jurídica do programa “Cidade Legal”, Daniela Altavista, a responsável pela regularização fundiária em Iperó, Alessandra Pascoli, a tabeliã do Cartório de Iperó, Luciane Siviero, e a comunidade iperoense. A Banda Marcial de Iperó se apresentou no início da solenidade e também após o encerramento.

Com a regularização da área e o recebimento dos títulos de propriedade, as famílias passam a ter a garantia jurídica sobre os imóveis. A regularização foi possível com a parceria entre a Prefeitura de Iperó e a Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, por meio “Cidade Legal”. Com isso, os moradores não tiveram custos para o recebimento da escritura. Atualmente, o valor médio para se lavrar uma escritura é de R$ 2 mil.

Para esse processo de regularização da área também foi importante a participação da Superintendência do Patrimônio da União – São Paulo (SPU/SP), cujo termo de cooperação com a Prefeitura foi firmado no início de 2013 e contribuiu para solucionar o problema de documentação enfrentado pelas famílias há mais de 40 anos.

A moradora Lucélia Pereira Leite, bastante emocionada, disse que receber a escritura foi a realização de um sonho. “Faz muitos anos que moro numa das casas da ferrovia. Agradeço a Deus e às autoridades. Se não fosse eles, não estaríamos recebendo a escritura hoje. Agradeço de coração. Era um sonho de todos nós. O meu marido queria muito, mas faleceu antes de ver isso”, falou.

O morador Alcebíades Alves da Silva relembrou as décadas de espera. “Agradeço a Deus por esse dia maravilhoso que estamos vivendo hoje e também às autoridades do município por todo o empenho. Esperamos mais 30 anos para ver esse sonho se realizar. Receber a escritura é um verdadeiro presente para todos nós”, contou.

Para Alessandra Pascoli, os funcionários que trabalham no dia-a-dia em contato com os moradores conhecem a importância desse documento para cada família beneficiada. “Hoje é um dia de muita alegria. Agradeço toda a equipe da Prefeitura, de todas as Secretarias, que ajudaram a chegar até aqui. Agradeço ao programa Cidade Legal, que sempre nos apoia bastante. Agradeço ao Cartório de Registro de Imóveis e Cartório de Notas, que sempre nos ajudam. E agradeço também aos funcionários da SPU, pois graças ao termo de cooperação existente, conseguimos avançar na regularização das áreas da União. Hoje os moradores recebem o título de propriedade já registrado e têm a certeza de que são os legítimos proprietários dos imóveis, encerrando um período de dúvidas e apreensão que acompanhou cada família durante décadas”, explicou.

Daniela Altavista iniciou a sua fala informando que o governador Márcio França autorizou o investimento de mais R$ 300 mil para os trabalhos técnicos relacionados à regularização fundiária em Iperó, o que beneficiará os próximos núcleos habitacionais que serão regularizados. “Temos uma parceria com Iperó há muito tempo. O município tem 33 núcleos conveniados atualmente e tenho a certeza de que alcançaremos a totalidade dessas áreas, pois o empenho da equipe de Iperó é muito grande. Vamos fazer de Iperó uma cidade totalmente regularizada. Parabéns aos moradores. É segurança jurídica para os proprietários e é bom para o município também”, comentou.

O presidente da Câmara salientou a alegria por ver os moradores receberem a escrituras. “Isso tem sido proporcionado pela parceria com o Cidade Legal. Passamos muitas dificuldades também no bairro George Oetterer e lá não apenas foram entregues as escrituras, como também a Prefeitura se empenhou em levar diversas melhorias para locais que há décadas estavam esquecidos. O prefeito tem trazido felicidade a essas pessoas que há muitos anos lutam e aguardam por isso. Muitos não chegaram até aqui hoje, mas acredito que, de onde estiverem, estão felizes.”

“É sempre muito gratificante participar da realização de sonhos. Cada morador hoje sabe o quanto é importante receber esse documento. Houve um trabalho muito grande de várias pessoas para que pudéssemos chegar até aqui. O maior bem que uma família pode ter é o documento da sua casa. Parabéns a todos que participaram e aos beneficiados das casas da ferrovia. Valorizem os imóveis que, oficialmente, a partir de agora é de vocês”, disse o vice-prefeito.

“É um momento muito especial. Também fui prefeito e por inúmeras vezes tive a oportunidade de participar de eventos como esse e interagir com a comunidade. A entrega do título de propriedade representa, com muita clareza, o fim das incertezas. A partir de agora se tem a certeza de que os imóveis pertencem a cada um dos beneficiados. Oficializa e formaliza essa propriedade. É um trabalho muito importante. Parabéns ao prefeito, que batalha muito pelo município, junto com toda a equipe. E parabéns à Câmara pelo apoio. É muito importante quando Prefeitura e Câmara trabalham em harmonia para proporcionar melhorias à população”, destacou o deputado federal Samuel Moreira.

De acordo com o prefeito, essa conquista importante para o município simboliza mais uma vitória para toda a população. “Hoje é um dia de muita alegria, pois os moradores esperaram isso por várias décadas. Nosso trabalho a partir de 2013, com o programa Cidade Legal e a SPU, permitiu realizar esse sonho. Os imóveis regularizados se valorizam em cerca de 30%, além da segurança jurídica da propriedade. É um processo que envolve uma grande equipe que está sempre empenhada. Por isso temos alcançado êxito. Agradeço a todos pela dedicação e informo que vamos direcionar esse novo recurso para continuar a regularização do bairro Vileta. Tivemos recentemente a assinatura do último documento para regularizar o Novo Horizonte, com 300 famílias que serão beneficiadas. Também estamos próximos de concluir a regularização de outra área importante para o município, que engloba parte do Distrito Industrial e o bairro Bela Vista, com 40 indústrias e mais 110 famílias. Continuamos trabalhando muito na área da regularização fundiária em Iperó. Parabéns a todos, obrigado à Câmara Municipal e ao deputado Samuel Moreira, que tem sido um parceiro importante do município, sempre trazendo benefícios para a nossa população”, ressaltou o prefeito.

O Núcleo “Casas da ferrovia” é formado por 65 imóveis nas ruas Porfírio de Almeida, Moreira e dos Moreiras, e existe há mais de 80 anos. As casas foram construídas no início da década de 1930, quando a Estrada de Ferro Sorocabana atuava em Iperó (na época Santo Antonio).