Home » Notícias » Prefeitura quer equipar ambulância recebida do Estado para ter UTI móvel

Prefeitura quer equipar ambulância recebida do Estado para ter UTI móvel

Prefeitura quer equipar ambulância recebida do Estado para ter UTI móvel

A Prefeitura de Iperó recebeu uma ambulância do Governo do Estado, na última quarta (06/11), em solenidade no Palácio dos Bandeirantes. Segundo a Administração, a intenção é transformá-la na primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel do Município. Hoje as necessidades de UTI móvel são atendidas por uma empresa particular. A Prefeitura estima que a adaptação da nova ambulância deverá custar cerca de R$ 60 mil e ressalta que a nova ambulância é a segunda adquirida este ano, com o que a frota desse tipo de veículo é de oito unidades.

A primeira ambulância adquirida pela Prefeitura, em julho último, foi comprada com recursos próprios, num valor de R$ 83,5 mil, e conta com piso revestido, maca retrátil com encosto reclinável e suporte para cilindro de oxigênio, cilindro de soro, banco para dois acompanhantes, sistema de oxigenoterapia e ar condicionado duplo (cabine e compartimento do paciente). Ela foi destinada para o Pronto Atendimento Municipal para remoções simples de baixa e média complexidades, mas pode atender pacientes acamados que necessitem de consultas ambulatoriais e, adaptada, poderá até ser utilizada para remoções de casos de emergência.

A ambulância recebida do Estado na quarta é equipada com maca retrátil, um cilindro de oxigênio de 16 litros, régua tripla com fluxômetro, umidificador, máscara, mobiliário de compensado naval, armário, balcão, banco baú para três pessoas e capacidade para sete lugares, incluindo o motorista. Além disto, o veículo veio com emplacamento, documentação e garantia de revisão após um ano de uso.

A Prefeitura lembra que o Município já contava com sete ambulâncias. Três delas estão servindo o Pronto Atendimento (além da ambulância do SAMU), uma a UBS de George Oetterer e duas as UBS da área central. A intenção é transformar o novo veículo em uma UTI móvel, com o que a Administração passaria a contar com uma frota completa para atendimento dos iperoenses, o que agilizaria os serviços e, além disso, pode representar economia aos cofres públicos, deixando de usar a unidade terceirizada.

Scroll Up