Home » Notícias » Programa “Meu Padrinho Amigo” realiza confraternização entre padrinhos e crianças e adolescentes apadrinhadas

Programa “Meu Padrinho Amigo” realiza confraternização entre padrinhos e crianças e adolescentes apadrinhadas

Programa “Meu Padrinho Amigo” realiza confraternização entre padrinhos e crianças e adolescentes apadrinhadas

Programa “Meu Padrinho Amigo” realiza confraternização entre padrinhos e crianças e adolescentes apadrinhadas

Na próxima quarta-feira (18) o programa “Meu Padrinho Amigo”, que tem como foco o apadrinhamento das crianças e adolescentes da Casa de Acolhimento das cidades de Boituva e Iperó, realiza entre os padrinhos e acolhidos uma confraternização de fim de ano na cidade de Boituva.

O programa “Meu Padrinho Amigo” foi desenvolvido e implantado pela Comarca de Boituva, em parceria com as prefeituras de Iperó e Boituva e o Conselhos Municipais de Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA) com o objetivo de garantir o direito à convivência familiar e comunitária às crianças e adolescentes que vivem em regime de acolhimento institucional, possibilitando às crianças e adolescentes novos horizontes com diversas oportunidades.

Desde o seu lançamento, em 2016, o “Meu Padrinho Amigo” conquistou padrinhos que contribuíram de forma afetiva, financeira, prestando serviço ou com doação de materiais para as crianças e adolescentes acolhidas. A confraternização, então, é uma forma de agradecimento e de união entre os padrinhos, equipe do programa e acolhidos, além de marcar a celebração do ano de 2019.

Como fazer parte?

Fazer parte do programa “Meu Padrinho Amigo” é, acima de tudo, um ato solidário e cidadão. Seguindo essa missão, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo estabelece que toda pessoa interessada em ser um padrinho ou madrinha tem que ter mais de 18 anos e passar por um curso de preparação e, assim, estar apto a apadrinhar o(s) acolhido(s).

Os cursos são oferecidos de forma gratuita para todas as modalidades de apadrinhamento (afetivo, financeiro, material e de serviço). A ideia é passar um prévio conhecimento para que todos os futuros padrinhos e madrinhas tenham noção de suas funções.

Sendo assim, todos os interessados em fazer a diferença na vida de crianças e adolescentes em regime de acolhimento institucional devem se atentar à obrigatoriedade desse curso – que tem duração de cinco oficinas e será realizado entre os meses de fevereiro e março de 2020.

As inscrições permanecem abertas até a primeira semana de fevereiro e podem ser feitas na Vara da Infância e Juventude, no Setor Técnico Psicossocial do Fórum, nas Secretarias de Assistência Social ou nos Serviços de Acolhimento.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3266-3322 (Casa de Acolhimento de Iperó) e 3263-2161 (fórum de Boituva) ou pelo site www.meupadrinhoamigo.com.br.