Home » Destaque » Projeto ‘Café e Prosa com a Melhor Idade’ tira dúvidas de idosos sobre sexualidade

Projeto ‘Café e Prosa com a Melhor Idade’ tira dúvidas de idosos sobre sexualidade

Projeto ‘Café e Prosa com a Melhor Idade’ tira dúvidas de idosos sobre sexualidade

A Prefeitura, através de sua Secretaria de Saúde e do Conselho Municipal do Idoso, realizou mais uma edição do projeto ‘Café e Prosa com a Melhor Idade’ com os idosos do ‘Viva A Melhor Idade’, em George Oetterer, na manhã da última sexta-feira, 13. O bate-papo aconteceu no salão da Igreja São Jorge e teve como tema ‘A Sexualidade na Melhor Idade’.

Aproximadamente 70 idosos participaram da conversa, levantando questões e tirando dúvidas com profissionais da saúde. Entre os assuntos abordados estiveram a menopausa, a andropausa e estímulos para uma vida sexual saudável na terceira idade. A presidente do Conselho Municipal do Idoso, Luiza Mendes, conta que o Café e Prosa teve bastante interação e pôde esclarecer diversos conteúdos aos idosos.

“Falar de sexualidade com a terceira idade é vencer barreiras. O conselho vem recebendo diversas procuras sobre a questão. Sendo assim, os casos são encaminhados para o setor de saúde e, tendo em vista a disponibilidade do setor, realizamos a parceria para que o tema seja tratado de forma geral”, diz Luiza.

Iniciado no Ceconti – Centro de Convivência da Terceira de Iperó, o projeto ‘Café e Prosa com a Melhor Idade’, que propõe conversas sobre saúde entre idosos e profissionais especializados, pretende desenvolver mais atividades ao longo dos próximos meses, devido à grande adesão pelo público, segundo o Conselho do Idoso.

O prefeito municipal comentou sobre a importância do projeto. “A saúde do idoso sempre deve ser colocada em pauta, e o ‘Café e Prosa’ vem para agregar nessa ação de introduzir efetivamente o idoso na sociedade e garantir melhorias para essa população. Sentimos que o trabalho tem caminhado para o rumo certo, visto o interesse dos idosos, e temos o intuito de aproveitar essa iniciativa para que ações benéficas sejam plantadas em todas as famílias de Iperó”.