Home » Notícias » Projetos resgatam tradições folclóricas

Projetos resgatam tradições folclóricas

Projetos resgatam tradições folclóricas

Promovendo o resgate da cultura folclórica, na última terça (22) os alunos dos projetos “Despontando Cidadãos” e “Bem me quer”, da região central, realizaram diversas atividades para celebrar o “Dia do Folclore”, envolvendo a exposição dos objetos produzidos em sala de aula, apresentações de dança e uma peça teatral.

Cerca de 200 alunos participam dos projetos na região central atualmente. Durante todo o mês, os professores desenvolveram atividades com o objetivo de resgatar as tradições folclóricas, como rodas de conversa, oficinas de contação de histórias, reprodução das lendas nacionais, confecção de brinquedos com materiais recicláveis e peças com argila.

Alunos da APAE assistiram às apresentações e prestigiaram a exposição. Um grupo de professoras da entidade também se apresentou. “Comemoramos a ‘Semana Nacional da Pessoa com Deficiência’ e levamos a conscientização sobre a igualdade e inclusão dos deficientes. Participar dessa atividade junto aos projetos é uma forma de realizarmos a integração e proporcionarmos aos nossos alunos o conhecimento de outros locais”, disse Joelma Adriana de Camargo, diretora da APAE de Iperó.

“Sempre comemoramos as datas com exposições e apresentações. Para o evento do Folclore tivemos muito empenho de todos os alunos e professores, que ficaram bastante empolgados em desenvolver as atividades com teatro e dança. Agradecemos a todos que colaboraram e ficamos muito felizes com a presença da APAE”, comentou a coordenadora Maria Cristina Gonçalves.

FOLCLORE – Celebrado no dia 22 de agosto, o Folclore é um conjunto de manifestações da cultura popular, como mitos e lendas que passam de geração em geração. As escolas municipais e os projetos desenvolvidos em George Oetterer também realizaram atividades relacionadas à data, valorizando as tradições da cultura brasileira. “Tudo isso incentiva a preservação dos costumes, lendas e tradições, além de enriquecer o conhecimento sobre a cultura do nosso país”, explicou o prefeito.