Home » Notícias » Unidades de Saúde de Iperó passam a vacinar diariamente contra a Febre amarela

Unidades de Saúde de Iperó passam a vacinar diariamente contra a Febre amarela

Unidades de Saúde de Iperó passam a vacinar diariamente contra a Febre amarela

No último dia 20 o Ministério da Saúde ampliou para todo o território brasileiro a recomendação da vacina contra a Febre amarela. O ministro Ricardo Barros explicou que a estratégia de ampliar a vacinação no país será gradual até abril de 2019 e é uma medida preventiva para antecipar a proteção dos brasileiros, caso a área de circulação do vírus aumente.

Com as mudanças apresentadas pelo Ministério da Saúde, desde a última segunda (26), em Iperó, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) passaram a disponibilizar diariamente as doses fracionadas da vacina. O atendimento é feito das 8h às 13h. Até o momento foram aplicadas 9.873 doses no município e não há registros da doença. A vacina é a forma mais eficaz de proteção contra a Febre amarela.

Nas últimas semanas diminuiu a procura pela vacina nas unidades de Saúde, seja por que parte da população iperoense foi imunizada entre 2009 e 2010, ou por causa da preocupação relacionada a possíveis reações provocadas pela vacina. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde reforça a orientação para que todas as pessoas que não tenham contraindicação – e ainda não foram vacinadas – participem da imunização.

Crianças de nove meses a dois anos de idade recebem a dose padrão da vacina. Quem vai viajar para países que exigem a vacinação, deve apresentar o passaporte ou visto que comprove a viagem internacional, para que receba a dose padrão da vacina e possa solicitar o Certificado Internacional de Vacinação.

Vale lembrar que a vacina não é recomendada a crianças menores de nove meses; pacientes imunodepressivos; portadores do vírus HIV; em tratamento com drogas imunossupressoras; submetidos a transplante de órgãos; com imunodeficiência primária; com neoplasia; com histórico de doenças do timo; com histórico de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina.